Um acidente envolvendo uma MOTO X CARRO da Prefeitura do Alto do Rodrigues (Carro Oficial).
deixou uma vitima fatal no município de João Câmara. A vitima trata-se de LENILSON DA SILVA mais conhecido por GAGO, MORADOR DO DISTRITO DE BAIXA DO MEIO.

VÍDEO DO ACIDENTE.
As imagens mostram quando um ônibus, em alta velocidade, atinge o carro de passeio em que ela e o marido seguiam na parte traseira. O acidente ocorreu num cruzamento sem sinalização. O carro em que Eliza estava chega a rodar e bater contra a parede de um imóvel, na esquina das ruas Arauá e Maruim.
Apesar de Tudo Marcos Antonio
Quase sempre quando abatido
Eu me encontro
Me refugiar depressa
Eu vou ao pé da cruz
E de lá com a vitória certa Eu me levanto
Sem resposta o aflito nunca volta de Jesus
Inimigos meus não sabem qual o meu segredo
Como e de que forma eu sempre sou um vencedor
Apesar dos meus fracassos Muitos deles não sabidos
Conhecidos em detalhes pelo meu Senhor.
Se julgado e condenado pelos homens fosse eu
Derrotado eu já estaria, assim seria Ainda bem que me conhece
intimamente é o meu Deus
Que apesar de tudo está comigo todo dia.
Quando pelas opressões eu fico desolado E enclausurado eu não falo com ninguém Me recolho em oração sozinho ajoelhado
Sinto um bálsamo suave que surgindo vem É preciso as vezes pra subir descer primeiro
E o caminho do esquecimento conhecer Se deixar ser amassado pelo grande oleiro Ser ferido e humilhado pra exaltado ser.
O Blog Guamaré na Tela publica imagens, textos e vídeos próprios e outros encontrados na internet. Caso você possua direitos sobre qualquer postagem e não concorde com a publicação do material neste espaço eletrônico, nos avise da sua insatisfação para que o material seja retirado imediatamente! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.

Eu nunca acreditei na inveja, pois para mim jamais fizera sentido alguém sentir inveja de mim, nada tenho a oferece, não sou rico.. apenas trabalho para sobreviver.

Após um tempo, fui obrigado a acreditar que a inveja existi sim, e que algumas pessoas não precisam de que você seja rico para lhe invejar, bastam-lhes ser somente como SOS. Qualidades, colocar a mãos nas coisas e dar certo causa inveja em quem não sabe lutar, crescer dói, pois quando criança não enxergamos a maldade, a falsidade no coração das pessoas, crescer nos mostra que tem mais gente empenhada em nos destruir de alguma forma que nos ajudar, o mais intrigante é que quem sente inveja de você se diz invejado por alguém, ou até mesmo por você.

A inveja cega tanto quem a sente que o faz amargo, rancoroso, desconfiado, pois assim como ele, na cabeça dele todos podem ser traiçoeiros, todos podem querer seu mal, a pessoa invejosa se faz de vítima, quer ser digna de pena e atenção, é insegura, por não saber lutar só se alimenta de quer puxar tapetes a todo custo, geralmente não conseguem, porque todo invejoso escolhe as pessoas mais fortes espiritalmente para tentar derrubar.

Durante esta minha análise sobre a real existência da inveja vi que há variados graus desta, hora fraca, geralmente vem daqueles que estão por perto, estes a sentem e não percebem. A moderada, a pessoa sabe que a sente, mas tenta contornar, e por fim a forte.. essa é a que mais vejo, e foi citada acima.. triste realidade, essas pessoas acabam dedicando sua vida apenas a destruir, e de graça.. essas pessoas me lembrou o Dick Vigarista do desenho A Corrida Maluca.

O Dick passava mais tempo tentando prejudicar os oponentes que de fato tentando vencer a corrida. É cliché, mas quanto mais distância puder tomar de pessoas como essas, melhor!!!
Wilma Maria de Faria nasceu no dia 17 de fevereiro de 1945.

E entrou para a vida pública como mulher de governador.

Era casada com Lavoisier Maia quando, em 1979, assumiu a presidência

do MEIOS – Movimento de Integração e Orientação Social.

À época ainda era conhecida por Wilma Maia.

Em 1983, já no governo de José Agripino Maia, Wilma

foi nomeada titular da Secretaria de Trabalho e Bem-Estar Social. Como gestora do órgão responsável por ações sociais do Governo, pôde demonstrar o carisma que tinha no contato, principalmente, com pessoas mais carentes, e em 1985 se afastou da gestão para disputar, pela primeira vez, a Prefeitura de Natal.

Começou mal a carreira política, perdendo para Garibaldi Filho, eleito prefeito da capital.

A derrota inicial deu o gás que ela viria a mostrar logo em seguida, quando ganhou dos eleitores o apelido de Guerreira.

Em 1986 Wilma se elegeu deputada federal e ajudou a escrever a Constituição que está em vigor.

Se destacou no Congresso Nacional pelos debates em torno dos direitos sociais e dos trabalhadores.

Na avaliação do DIAP – Departamento Intersindical de Assuntos Parlamentares, entre os 513 parlamentares da Câmara, ficou entre os deputados Nota 10.

Sem cumprir o mandato até o final, se candidatou novamente à Prefeitura de Natal em1988, derrotando o então candidato Henrique Alves, candidato do então prefeito Garibaldi Filho.

Foi eleita a primeira mulher prefeita de Natal.

Em 1992, ainda sem o instituto da reeleição em vigor, concluiu o mandato de prefeita e elegeu, derrotando mais uma vez Henrique Alves, o até então ilustre desconhecido engenheiro Aldo Tinoco.

A relação entre criador e criatura durou pouco mais de um ano e o rompimento foi inevitável.

Nessa época a Guerreira, que tinha como marca uma Rosa vermelha, símbolo do PDT, já estava separada de Lavoisier Maia.

Foi quando ela assumiu seu sobrenome e virou Wilma de Faria.

Sem mandato, disputou o Governo do Estado em 1994 e ficou em quarto lugar.

Dois anos depois, em 1996, disputou mais uma vez a Prefeitura de Natal e mais uma vez se elegeu, se reelegendo em 2000.

Em 2002, na metade do terceiro mandato de prefeita, renunciou ao cargo contra a vontade de aliados e assessores.

Ouviu a mãe, Dona Sally, e sem comunicar a ninguém, foi à Prefeitura e renunciou.

Entregou a administração ao seu vice, Carlos Eduardo Alves, e com apenas 2% de intenção de votos nas pesquisas realizadas com vistas ao Governo do Estado, disputou a eleição e ganhou.

Derrotou o então governador-candidato à reeleição, Fernando Freire.

Sozinha e desacreditada inicialmente até por seus sábios conselheiros, foi eleita a primeira mulher governadora do Rio Grande do Norte. 

Se reelegeu em 2006 derrotando o ex-governador Garibaldi Filho.

Foi o troco da eleição de 1985, quando Garibaldi a derrotou na sua primeira disputa eleitoral.

Em 2008, no meio do segundo mandato de governadora, Wilma enfrentou uma de suas maiores batalhas.

Acusado de envolvimento num esquema de desvio de dinheiro da Secretaria de Saúde, o filho Lauro, que vislumbrava uma carreira política, foi preso.

Golpe fatal para o começo de uma virada na história política da Guerreira destemida Wilma Maria de Faria, que em 2010, depois de renunciar ao Governo, passando o cargo ao vice Iberê Ferreira de Souza, disputou e perdeu a campanha para o Senado.

Em 2012 ela inverteu papéis.

E virou vice-prefeita de Carlos Eduardo Alves, que foi seu vice duas vezes e de quem herdou a Prefeitura.

Em 2013 perdeu a mãe, Dona Sally.

Sua eterna conselheira a deixou aos 87 anos.

Em 2014, na dúvida entre disputar o Governo, a Câmara e o Senado, apostou errado e mais uma vez perdeu a eleição, ao concorrer à única vaga de senador.

Perdeu para a senadora Fátima Bezerra.

Aí veio o câncer…

E a luta da Guerreira passou a ser mais difícil.

Restava a ela uma eleição municipal.

Para fechar a trajetória com chave de ouro, tinha que disputar um mandato de vereadora.

Era a chance de voltar a se sentir vitoriosa.

No meio da campanha, viagens a São Paulo e até uma cirurgia.

Pouco tempo e pouca disposição para andar de casa em casa abraçando o povo como gostava de fazer.

Se elegeu, mas sem a quantidade de votos esperada.

Mas se elegeu.

Tomou posse, elegeu presidente da Casa, assumiu cadeira na Mesa Diretora como segunda-vice-presidente, e conquistou espaço nas comissões temáticas.

Estava terminada a batalha.

Estava encerrada a vida.

Wilma de Faria deixa escrita a história mais bonita de uma mulher que um dia sonhou, e conseguiu, trabalhar pelo povo de sua cidade e de seu estado.

Thaísa Galvão




















Uma grande área de instabilidade que se formou no oceano favoreceu o crescimento de nuvens pesadas perto da costa do Nordeste, que foram avançando em direção ao Rio Grande do Norte. As áreas mais atingidas até a tarde desta segunda-feira eram as do leste potiguar. A chuva caiu pesada em Natal em alguns momentos. Segundo dados da estação automática do INMET, entre 18 horas e 21 horas desta segunda-feira, choveu 94 milímetros. Esse valor representa pouco mais de 25% da média climatológica de junho, que é de 202 milímetros. A chuva se espalha pelo Rio Grande do Norte.
Além de deixar 30 mil desabrigados e desalojados, dois mortos e duas pessoas desaparecidas em Pernambuco, as fortes chuvas que caíram no Agreste e na Zona da Mata Sul mudaram também a rotina das unidades de ensino. Nesta segunda (29), há duas unidades do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) e uma da Universidade de Pernambuco (UPE) sem aulas. Ipojuca, no Grande Recife, também não abriu as portas das suas escolas. Um dos municípios mais atingidos pelas águas, Ribeirão transformou suas escolas em pontos de abrigo para os desabrigados.

De acordo com a assessoria de imprensa do IFPE, as unidades localizadas em Barreiros e Palmares, ambos na Zona da Mata Sul do estado, estão fechadas nesta segunda. À tarde, o instituto avaliará se estende a decisão para a terça-feira (30). Ao todo, 1.260 estudantes deixam de ter aula, nesta segunda-feira, no Campus Barreiros. Do total de alunos matriculados na unidade, cerca de 600 também tiveram que deixar as casas onde moram por causa das inundações.

Já as aulas na unidade da UPE em Palmares não tem previsão para serem retomadas. Segundo a assessoria de imprensa, o estrago no município impede que se vislumbre uma reabertura. Ipojuca decidiu pelo não funcionamento das suas escolas. No município, os desabrigados ocupam quadras das unidades de ensino. Em Ribeirão, também na Mata Sul, as escolas foram transformadas em pontos de abrigos. Ao todo, há 112 famílias abrigadas nas cinco unidades de ensino do município.
O tempo fechou na tarde deste domingo e dezenas de raios atingiram o solo de Guamaré na tarde noite deste domingo (28). A forte chuva que caiu na cidade nesta noite começou por volta das 17h30 e durou mais de 60 minutos. Ruas e avenidas ficaram alagadas por conta do temporal. Os registros foram feitos pelo blog e mostram vários raios atingindo a cidade. Os relatos de incidência aconteceram, um transformador acabou sendo danificado e deixou parte da região sem energia elétrica, bem como também serviços de internet, por quase duas horas.
Tivemos informações de registros de chuvas em diversas localidades do Litoral. 

Você já deve ter cruzado na rua com pessoas “doidas” falando sem parar ou resmungando consigo mesmas. Isso não tem nada de diferente do que acontece com você e com outras pessoas “normais”, exceto que vocês não falam alto. A voz comenta, especula, julga, compara, desculpa, gosta, desgosta, etc. A voz não precisa ser relevante para a situação do momento, pois ela pode estar revivendo o passado recente ou remoto, ou ensaiando, ou imaginando possíveis situações futuras. Neste último caso, ela imagina sempre as coisas indo mal e com resultados desfavoráveis. É o que se chama de preocupação. Às vezes, essa trilha sonora é acompanhada de imagens ou “filmes mentais”.

Mesmo que tenha alguma relação com o momento, a voz será interpretada em termos do passado. Isso acontece porque a voz pertence à mente condicionada, que é o resultado de toda a nossa história passada, bem como dos valores culturais coletivos que herdamos. Assim, vemos e julgamos o presente com os olhos do passado e construímos uma imagem totalmente distorcida. Não é raro que a voz se torne o pior inimigo de nós mesmos. Muitas pessoas vivem com um torturador em suas cabeças, que as ataca e pune sem parar, drenando sua energia vital. Essa é a causa de muita angústia e infelicidade, assim como de doenças.

VOCÊ NÃO É A SUA MENTE:
Boa notícia é que podemos nos libertar de nossas mentes. Essa é a única libertação verdadeira. Dê o primeiro passo nesse exato momento. Comece a prestar atenção ao que a voz diz, principalmente a padrões repetitivos de pensamento, aquelas velhas trilhas sonoras que você escuta dentro da sua cabeça há anos. É isso que quero dizer como “observar o pensador”. É um outro modo de dizer o seguinte: ouça a voz dentro da sua cabeça, esteja lá presente, como uma testemunha. Seja imparcial ao ouvir a voz, não julgue nada. Não julgue ou condene o que você ouve, porque fazer isso significaria que a mesma voz acabou de voltar pela porta dos fundos. Você logo perceberá: lá está a voz e aqui estou eu, ouvindo-a e observando-a. Sentir a própria presença não é um pensamento, é algo que surge de um ponto além da mente.
Com a viagem do  prefeito de Campo Redondo, Alessandru Alves (PROS), que embarcou para Brasília onde participará da XX Marcha em Defesa dos Municípios, que acontece a partir desta segunda-feira (15).

Com a viagem administrativa do prefeito a vice-prefeita Silvania Karla (PROS), assume interinamente o município. Logo cedo a prefeita interina já estava despachando no gabinete e se reuniu com secretários.

Esta é a primeira vez que Silvania assume a gestão. A Macha dos Municípios segue até quinta-feira (18) e reunirá prefeitos e vereadores de todo o Brasil. Na pauta, as reformas que estão em discussão no pais vão nortear o debate.
Se chorei ou se sofri, o importante é que as emoções eu sentir. Um show para ficar na história e um presente para Natal e para todos que foram a esse belíssimo Show do maior e melhor cantor do nosso Brasil.
Clik aqui e veja mais fotos