Uma grande área de instabilidade que se formou no oceano favoreceu o crescimento de nuvens pesadas perto da costa do Nordeste, que foram avançando em direção ao Rio Grande do Norte. As áreas mais atingidas até a tarde desta segunda-feira eram as do leste potiguar. A chuva caiu pesada em Natal em alguns momentos. Segundo dados da estação automática do INMET, entre 18 horas e 21 horas desta segunda-feira, choveu 94 milímetros. Esse valor representa pouco mais de 25% da média climatológica de junho, que é de 202 milímetros. A chuva se espalha pelo Rio Grande do Norte.
Além de deixar 30 mil desabrigados e desalojados, dois mortos e duas pessoas desaparecidas em Pernambuco, as fortes chuvas que caíram no Agreste e na Zona da Mata Sul mudaram também a rotina das unidades de ensino. Nesta segunda (29), há duas unidades do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) e uma da Universidade de Pernambuco (UPE) sem aulas. Ipojuca, no Grande Recife, também não abriu as portas das suas escolas. Um dos municípios mais atingidos pelas águas, Ribeirão transformou suas escolas em pontos de abrigo para os desabrigados.

De acordo com a assessoria de imprensa do IFPE, as unidades localizadas em Barreiros e Palmares, ambos na Zona da Mata Sul do estado, estão fechadas nesta segunda. À tarde, o instituto avaliará se estende a decisão para a terça-feira (30). Ao todo, 1.260 estudantes deixam de ter aula, nesta segunda-feira, no Campus Barreiros. Do total de alunos matriculados na unidade, cerca de 600 também tiveram que deixar as casas onde moram por causa das inundações.

Já as aulas na unidade da UPE em Palmares não tem previsão para serem retomadas. Segundo a assessoria de imprensa, o estrago no município impede que se vislumbre uma reabertura. Ipojuca decidiu pelo não funcionamento das suas escolas. No município, os desabrigados ocupam quadras das unidades de ensino. Em Ribeirão, também na Mata Sul, as escolas foram transformadas em pontos de abrigos. Ao todo, há 112 famílias abrigadas nas cinco unidades de ensino do município.
O tempo fechou na tarde deste domingo e dezenas de raios atingiram o solo de Guamaré na tarde noite deste domingo (28). A forte chuva que caiu na cidade nesta noite começou por volta das 17h30 e durou mais de 60 minutos. Ruas e avenidas ficaram alagadas por conta do temporal. Os registros foram feitos pelo blog e mostram vários raios atingindo a cidade. Os relatos de incidência aconteceram, um transformador acabou sendo danificado e deixou parte da região sem energia elétrica, bem como também serviços de internet, por quase duas horas.
Tivemos informações de registros de chuvas em diversas localidades do Litoral. 

Você já deve ter cruzado na rua com pessoas “doidas” falando sem parar ou resmungando consigo mesmas. Isso não tem nada de diferente do que acontece com você e com outras pessoas “normais”, exceto que vocês não falam alto. A voz comenta, especula, julga, compara, desculpa, gosta, desgosta, etc. A voz não precisa ser relevante para a situação do momento, pois ela pode estar revivendo o passado recente ou remoto, ou ensaiando, ou imaginando possíveis situações futuras. Neste último caso, ela imagina sempre as coisas indo mal e com resultados desfavoráveis. É o que se chama de preocupação. Às vezes, essa trilha sonora é acompanhada de imagens ou “filmes mentais”.

Mesmo que tenha alguma relação com o momento, a voz será interpretada em termos do passado. Isso acontece porque a voz pertence à mente condicionada, que é o resultado de toda a nossa história passada, bem como dos valores culturais coletivos que herdamos. Assim, vemos e julgamos o presente com os olhos do passado e construímos uma imagem totalmente distorcida. Não é raro que a voz se torne o pior inimigo de nós mesmos. Muitas pessoas vivem com um torturador em suas cabeças, que as ataca e pune sem parar, drenando sua energia vital. Essa é a causa de muita angústia e infelicidade, assim como de doenças.

VOCÊ NÃO É A SUA MENTE:
Boa notícia é que podemos nos libertar de nossas mentes. Essa é a única libertação verdadeira. Dê o primeiro passo nesse exato momento. Comece a prestar atenção ao que a voz diz, principalmente a padrões repetitivos de pensamento, aquelas velhas trilhas sonoras que você escuta dentro da sua cabeça há anos. É isso que quero dizer como “observar o pensador”. É um outro modo de dizer o seguinte: ouça a voz dentro da sua cabeça, esteja lá presente, como uma testemunha. Seja imparcial ao ouvir a voz, não julgue nada. Não julgue ou condene o que você ouve, porque fazer isso significaria que a mesma voz acabou de voltar pela porta dos fundos. Você logo perceberá: lá está a voz e aqui estou eu, ouvindo-a e observando-a. Sentir a própria presença não é um pensamento, é algo que surge de um ponto além da mente.
Com a viagem do  prefeito de Campo Redondo, Alessandru Alves (PROS), que embarcou para Brasília onde participará da XX Marcha em Defesa dos Municípios, que acontece a partir desta segunda-feira (15).

Com a viagem administrativa do prefeito a vice-prefeita Silvania Karla (PROS), assume interinamente o município. Logo cedo a prefeita interina já estava despachando no gabinete e se reuniu com secretários.

Esta é a primeira vez que Silvania assume a gestão. A Macha dos Municípios segue até quinta-feira (18) e reunirá prefeitos e vereadores de todo o Brasil. Na pauta, as reformas que estão em discussão no pais vão nortear o debate.
Se chorei ou se sofri, o importante é que as emoções eu sentir. Um show para ficar na história e um presente para Natal e para todos que foram a esse belíssimo Show do maior e melhor cantor do nosso Brasil.
Clik aqui e veja mais fotos
A violência segue desenfreada e batendo recordes negativos no Rio Grande do Norte. Neste domingo (14), com o assassinato de um casal em São José do Campestre, cidade distante 100 quilômetros de Natal, o estado alcançou a marca de 900 homicídios registrados somente este ano.

uma pesquisa elaborada e divulgada pela ONG mexicana Conselho Cidadão para Segurança Pública e Justiça Penal, revelou outro dado preocupante ao apontar Natal, a capital potiguar, como a 10ª cidade mais violenta do mundo. A lista, que possui 50 cidades, inclui 19 cidades brasileiras. Destas, Natal é a primeira, com 69,56 homicídios para cada grupo de 100 mil habitantes. Fonte: Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO).

A média é de 6,7 assassinatos por dia. Os dados são do Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO) – instituto que contabiliza e analisa os crimes contra a vida no RN. Além de homicídios dolosos, entram na estatística elaborada pelo OBVIO outros crimes violentos que resultem em morte, como roubo (no latrocínio), estupro ou lesão corporal seguidos de morte. Cadáveres e ossadas encontradas e mortos em confrontos policiais também são considerados.

Especialista em segurança pública e coordenador do OBVIO, Ivênio Hermes afirma que “nunca se matou tanto no Rio Grande do Norte”. Ano passado, entre 1º de janeiro e 14 de maio, o instituto havia contabilizado 702 homicídios. “Agora, com a marca de 900 neste mesmo período, temos um crescimento no número de assassinatos na ordem de 28,21%. Isso significa uma taxa de 22,66 mortes para cada grupo de 100 mil habitantes, uma das mais altas do país”, acrescentou.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) – é considerada aceitável uma taxa de 10 homicídios para cada grupo de 100 mil habitantes – mesma escala utilizada pela Organização das Nações Unidas, a ONU. “As políticas públicas de enfrentamento da violência, mais uma vez, se mostram ineficazes. Ações isoladas, com pouco respaldo em uma integração entre as agências de polícia e suas inteligências, notoriamente não reduzem a violência homicida e continuamos mantendo a média de 100 vidas perdidas a cada 15 dias”, comentou Ivênio.

Cidades mais sangrentas
Natal, foram 244 
Mossoró, com 97
Parnamirim, com 60
Ceará-Mirim, 57. 

A Câmara Municipal de Guamaré realizou na tarde desta terça-feira (09), sessão solene para a entrega de títulos de cidadão, em homenagem aqueles que prestaram serviços relevantes à cidade.

A sessão comemorativa aos 55 anos de emancipação política de Guamaré, foi presidia pelo então presidente o vereador Emilson de Borba Cunha (Lula) e contou com a presença dos demais vereadores, secretários, e o povo em geral.
.
Por outro lado quem roubou a cena foi a historiadora e ex-secretária de turismo de Guamaré, a Sr. Jandir Candeás, que deu um show de conhecimentos sobre a emancipação politica de nosso município, falando de quando ele foi emancipado até os dias de hoje. Dona Jandir tem um conhecimento adquirido ao longo dos anos, pois sempre buscou aprender, indo além.

O fundamental  de Jandir é que ela tem a humildade de transmitir todo o seu conhecimento dentro da verdade, e deixa a mente do povo sempre aberta. Ela tem uma fonte inesgotável de conhecimento. Em todos os eventos, principalmente de emancipação política, a presença dela é fundamental e merecesse toda a nossa atenção e respeito.