A presidente da companhia aérea, Cláudia Sender, enviou correspondência para o ministro sobre a estratégia da empresa com foco nos Jogos Olímpicos O ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, recebeu um ofício da presidente executiva da TAM S.A, Claudia Sender. Na correspondência, ela informa que a TAM Linhas Aéreas e a TAM Viagens, operadora de turismo da companhia, firmaram contrato de apoio aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. A executiva adiantou que a TAM transportará o staff do Comitê Organizador dos jogos e a tocha olímpica, que partirá da Grécia e passará por várias cidades brasileiras, entre elas, seis são do Rio Grande do Norte. O roteiro da tocha até chegar ao Rio de Janeiro será divulgado pela presidente Dilma Rousseff na próxima sexta-feira (3). Para o ministro, o roteiro da tocha e as disputas esportivas marcadas para agosto e setembro de 2016 representam uma oportunidade para o Brasil se promover no cenário internacional. “Não tenho dúvida de que os ganhos do país com a Olimpíada não ficarão restritos ao Rio de Janeiro ou às cidades que vão sediar o futebol. Assim como ocorreu na Copa do Mundo outros municípios serão beneficiados”, afirmou. No mundial de futebol, um total de 491 cidades foram visitadas de acordo com pesquisa do Ministério do Turismo. Os jogos de futebol da Olimpíada serão realizados no Rio de Janeiro, Brasília, Manaus, Belo Horizonte e Salvador. “Cabe aos governos locais elaborar estratégias para atrair o turista que estará no Brasil e, com isso, movimentar a economia regional. No
governo federal podemos dar apoio, mas a execução depende do empenho dos estados e municípios”, explicou o Henrique Eduardo Alves. Juntos, olimpíada e paraolimpíada, reunirão mais de 30 mil profissionais da mídia, 15 mil atletas de 205 países em quase 700 provas de 42 modalidades. “Estamos conscientes da nossa responsabilidade de conectar pessoas aos jogos, com qualidade e segurança, trabalhando com muito cuidado e excelência”, afirmou a Cláudia Sender. Pelo contrato firmado, a TAM Viagens será responsável pelo Programa Nacional de Hospitalidade e Viagens dos Jogos Olímpicos e oferecerá roteiros exclusivos. Os serviços oferecidos abrangem desde o transporte aérea à hospedagem, transfers e ingressos para as competições. “Sabemos da importância da realização das Olimpíadas no nosso país e estamos comprometidos com o sucesso do evento”, disse Sender. Entrevista Nessa quarta-feira (1), o ministro
do turismo, Henrique Eduardo Alves, será o entrevistado do Jornal 96. O programa da Rádio 96 fm de Natal vai ao ar a partir das 7:30h. A entrevista de 20 minutos foi gravada pelo jornalista Diógenes Dantas, em Brasília, nesta terça-feira (30).
Na sessão ordinária da Câmara Municipal de Macau de ontem, segunda-feira (29), o Projeto de Lei de autoria do vereador Oscar Paulino (PMDB), Emenda Modificativa ao Regimento Interno, para alterar os dias e horários das sessões ordinárias do Legislativo salineiro, foi aprovada pelos edis, com voto desfavorável apenas do vereador Dércio Cabral. As sessões que acontecem nas segundas e quartas-feiras às 20hs, a partir de 1º de agosto, após o recesso parlamentar, as sessões serão realizadas nas terças e quintas-feiras, ás 15hs30min. Ainda durante a sessão, o Diretor do Departamento de Trânsito Municipal, Ubiratan Bezerra, atendeu ao convite dos edis, e deu algumas explicações sobre as medidas adotadas para a melhoria do trânsito em Macau.
kerginaldo_demite_comissionados

A prefeitura de Macau vai demitir, é o que tem dito o prefeito Kerginaldo Pinto [PMDB], serão cerca de 100 comissionados desempregados já no mês de julho. As medidas também inclui a extinção de pelo menos três secretarias [Esportes, Turismo e Pesca] que tem funcionado até o momento apenas como cabide de emprego para vereadores acomodar seus afilhados. As mudanças acontecerão logo após o retorno do prefeito do Rio de Janeiro, Kerginaldo viaja nesta quarta-feira [01]. Segundo o nosso quase sumido Periquito o prefeito teria dito que as medidas visam enxugar a folha e garantir o pagamento dos funcionários até o final do ano. A decisão fora comunicada aos vereadores da base pelo prefeito, que ontem se reuniu com os edis e nesta terça-feira [30] haverá outra reunião. Que desta vez o prefeito acerte nos fantasmas e demita quem realmente recebe e não trabalha.

Um morador de rua foi encontrado morto na tarde desta terça-feira(30) em um prédio público localizado as margens da BR 406, perímetro urbano de João Câmara, onde residia com sua companheira. O homem morto foi identificado como Severino Fernandes de Moura, de 52 anos de idade. Há suspeita de que um sobrinho tenha cometido o delito. Ele teria morrido supostamente por uma paulada na cabeça. A equipe do ITEP esteve no local e fez a remoção do corpo para identificar a causa da morte.
PMs que trabalharam na Copa do Mundo ainda esperam pelas diárias operacionais As diárias operacionais de policiais militares que trabalharam na Copa do Mundo em 2014 em Natal ainda não foram pagas. A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed). O atraso chega a um ano e, de acordo com a Associação de Cabos e Soldados da PM, o governo não sinaliza com uma data para efetuar o pagamento. Além das diárias da Copa, estão em atraso também as diárias operacionais referentes aos festejos do Mossoró Cidade Junina do ano passado. "O governo não paga e diz que quer priorizar daqui pra frente em uma tetativa de separar as ações dos governos. Mas nós não trabalhamos para Rosalba. Nós trabalhamos para o Estado, prestando serviço à comunidade. Abrimos mão das nossas folgas para trabalharmos em um evento e precisamos receber", disse Roberto Campos, presidente da Associação de Cabos e Soldados. Ainda segundo a Sesed, as diárias operacionais referentes a 2015 estão todas em dia. Contudo, a assessoria de imprensa da secretaria não informou o montante referente às diárias da Copa do Mundo nem os valores devidos do Mossoró Cidade Junina. A Associação de Cabos e Soldados também não soube informar o montante da dívida, mas disse que cada PM recebe R$ 50 por seis horas de trabalho nas diárias operacionais. "Abrimos mão das nossas folgas e temos que receber o nosso dinheiro. Esse atraso não é justo", reclamou Roberto Campos.

Manifestantes contra a redução da maioridade reunidos no gramado em frente ao Congresso. Antes da votação da proposta que reduz a maioridade penal, o gramado em frente ao Congresso Nacional foi ocupado por cerca de 500 pessoas, a maioria contrária ao projeto que reduz de 18 para 16 anos a idade penal para crimes hediondos, homicídio e roubo qualificado. Diversas entidades, como centrais sindicais e movimentos estudantis, protestam pacificamente contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 171/93. Outro grupo, menor, apoia a medida e, para chamar a atenção, fixou cruzes no gramado para simbolizar as vítimas de crimes praticados por adolescentes. Os dois movimentos protestam sem entrar em confronto. O esquema de segurança do Congresso foi reforçado e os manifestantes são impedidos de chegar perto do espelho d’água. Os manifestantes contrários à redução da maioridade penal demonstram sua insatisfação com o uso de faixas com expressões como “Menos cadeias, mais escolas”, “Redução não é a solução” e “Estudantes contra a redução”. Samuel de Oliveira, 18 anos, da União Brasileira de Estudantes Secundaristas (Ubes), veio de São Paulo (SP) com um grupo contrário à proposta. “Queremos mostrar para os deputados que é preciso criar mais perspectivas para a juventude, com emprego e cultura, em vez de diminuir a maioridade penal”, disse. Ele faz parte de um grupo que montou acampamento, com cerca de cem barracas, a cerca de 200 metros do espelho d’água do Congresso. Segundo ele, outros mil estudantes são aguardados até o início da noite. Mas não apenas estudantes protestam contra a proposta de reduzir a maioridade penal. Iran Magalhães, conselheiro tutelar do bairro de Águas Claras, no Distrito Federal, também critica a emenda constitucional. "Reduzir a maioridade não vai reduzir o problema da violência. O que nós, conselheiros tutelares em Brasília defendemos é investimento em educação integral de qualidade", disse.

Thiago Potiguar estava detido no Centro de
Detenção Provisória de Potengi, em Natal

Suspeito de envolvimento no assalto a uma casa de praia, o jogador de futebol Jonatas Thiago da Silva Lima, de 22 anos - mais conhecido como 'Thiago Potiguar' - conseguiu o relaxamento da prisão e será liberado do Centro de Detenção Provisória (CDP) do bairro Potengi, na Zona Norte de Natal. O atleta está preso desde o dia 22 de março na unidade prisional, de onde deve sair na manhã desta quarta-feira (30) com a liberação de um alvará de soltura determinado pela juíza Maria Nivalda Neco Torquato Lopes, da comarca de Nísia Floresta. Para conceder a liberdade ao jogador, a juíza argumenta que a investigação sequer foi concluída mesmo após três meses da prisão do zagueiro. "Assim, a custódia tornou-se ilegal, motivo pelo qual relaxo sua prisão", diz a decisão judicial. De acordo com o advogado do jogador, José Deliano Camilo, o jogador responderá ao processo em liberdade e vai poder voltar a jogar futebol. "Jonatas Thiago vai responder todo o processo em liberdade. Ele tem autorização para voltar a jogar. Foi concedida a liberação dele, sem qualquer medida restritiva", explicou. Assalto e prisão Thiago Potiguar foi preso no dia 22 de março deste ano suspeito de ter participado de um assalto a uma casa na praia de Barreta, no litoral Sul do Rio Grande do Norte. O policial civil Ranulfo Alves foi uma das vítimas do assalto na casa de praia, ocorrido no dia 4 de fevereiro, e revelou que Thiago foi reconhecido. Na oportunidade, os bandidos levaram armas, munições e outros pertences. O atleta foi preso enquanto comemorava a vitória do seu time sobre o Baraúnas, de Mossoró, e a classificação para o segundo turno do Campeonato Potiguar. Os agentes da Polícia Civil - que assistiram ao jogo em um camarote - desceram até o gramado do estádio Nazarenão, em Goianinha, com o mandado de prisão em mãos.

 
 



























































fecho este primeiro semestre de 2015 com a honra de dever comprido tenho certeza que estou trabalhando e fazendo o que tanto o povo espera O prefeito Hélio ressalta a importância desse trabalho para a população: e “Para nossa equipe é mais gratificante ainda, proporcionar momentos especiais para seu povo e ver a satisfação de cada um. É muito bom ver como eles se sentem acolhidos e com a auto-estima elevada”, afirma o prefeito, quem caminha ao lado do povo, não se perde nos caminhos do futuro..